26 março 2010

O Espelho





O Espelho (Auto-retrato#003) [JMB]
Fotografia da imagem do presumido artista, quando muito jovem, numa espécie de auto-retrato




(Escrever e ficar calado...
Escrever para não morrer...
Escrever para que seja possível!)




Olha-te no espelho. Fita-te nos olhos!
Vê o que te é dado ver… apenas o que queres ver:
uma imagem de ti mesmo, o próprio.
Imagem distorcida e baça. Não és tu!
Cópia grosseira e fosca de ti, ampliada ou diminuída…
São iguais sem o serem. É o Outro! No espelho.


Côncavo ou convexo, toca-o!
Percorre-o! Circunda-o e verás:
nada encontrarás por trás
tão-só o vazio de ti!
Há que aperfeiçoá-la. Contorná-la…
Dar-lhe forma e vida. Conteúdo.


Tem olhos e não vê.
Possui pernas, pés e não caminha.
Usa roupas e não sente frio ou calor.
Tem cabeça e não pensa.
Sorridente ou irado não tem emoções.
Vê: apenas a tua imagem. Disforme.


Abre os olhos. Manipula-a!
Dá-lhe forma e alma. Molda-a!
Promove a sensibilidade. Provoca-a!
Dá-lhe motivos. Desafia-a!
Indica-lhe o caminho.
E por detrás desse espelho…


… reencontrar-te-ás!



 Protected by Copyscape Duplicate Content Detector

22 março 2010

Deriva


                        

na


       deriva

  Deriva02Deriva01



do 

teu

  
corpo  Deriva03Deriva04
 
                                        



(re)



 Deriva05Deriva06



encontro
  
Deriva07




(me)
 Deriva09Deriva10 


(em)




pedaços  Deriva11 








Deriva08




perdidos









Protected by Copyscape Plagiarism Tool